Raça: Eurasier

  • Outros Nomes: Eurasian
  • Origem: Alemanha
  • Tamanho: Médio
  • Altura: Macho: 52-60 cm | Fêmea: 48-56 cm
  • Peso: Macho: 23-32 kg | Fêmea: 18-26 kg
  • Longevidade: 11-13 anos
  • Preço dos filhotes: R$ 800,00 a R$ 4.000,00
  • Temperamento: Atento/Alerta, Calmo/Tranquilo, Inteligente, Observador, Reservado, Temperamental
  • Cor: Preto, Castanho, Marrom, Vermelho, Fulvo
  • Pelagem: Curta, Longa
  • Hipoalergênico: Não

Bom para apartamento:

Bom com crianças:

Bom com idosos:

Amizade com gatos:

Amizade com cachorros:

Barulhento:

Treinabilidade:

Inteligência:

Popularidade:

Adaptabilidade:

De guarda:

De pastoreio:

SOBRE A RAÇA

A raça Eurasier, também conhecida como Eurásia, é uma raça de porte médio Spitz originária na Alemanha. É bem conhecida pela sua calma e pela capacidade de formar ligações muito fortes e leais com sua família.

Com personalidade gentil, o Eurasier é um bom cão de terapia, em hospícios, escolas e hospitais, pois foi criado para ser um cão de companhia.

HISTÓRIA

O Eurasier é uma raça relativamente nova que surgiu na Alemanha na década de 1960. O criador fundador foi Júlio Whipfel. Ele queria criar uma raça de cão com as características combinadas do Chow Chow e do cão Wolfspitz. Os descendentes destes acasalamentos foram nomeados de inicio como: ‘Wof-Chows’ e, em poucos anos, os genes do Samoieda foram adicionados a mistura. Esses filhotes obtiveram o nome final ‘Eurasier’ e foram reconhecidos pela FCI (Agência de Padrões de Raça Internacional de Cães) na década de 1970.

CORPO

O cão Eurasier tem características muito peculiares, como orelhas e cauda enrolada. A pelagem é comprida e pode ser encontrada em várias cores, exceto branco puro. Os cães da raça têm pêlos curtos na cabeça e nas pernas, mas a parte de trás das pernas, a cauda e a barriga são cobertas com pêlos longos. A língua deste cão pode ser rosa, azul, preta ou apresentar essas três cores misturadas.

SAÚDE E CUIDADOS ESPECÍFICOS

Esses cães podem ser acometidos por doenças oculares, como a entrópio, uma condição medica em que a pálpebra dobra para dentro, causando desconforto para o cão. O tratamento geralmente é feito através de cirurgia e após isso as chances de uma recuperação completa são muito boas.

Sua pelagem longa exige cuidados regulares e acompanhamento médico durante alguns meses. O dono também precisa inspecionar os olhos, para detectar sinais de doenças ou lesões, dada a sua propensão esse tipo de doenças. Com relação a exercícios, este cão é feliz passando o máximo de tempo com a sua família, mas gosta de caminhadas. Eles têm força para realizar caminhadas mais longas, mas também ficam felizes com uma boa brincadeira no jardim.

Anúncios da mesma raça

 
Nenhum item encontrado