Raça: Dachshund

  • Outros Nomes: Teckel, Salsicha, Basset
  • Origem: Alemanha
  • Tamanho: Pequeno
  • Altura: Macho: 20-22 cm | Fêmea: 20-22 cm
  • Peso: Macho: 5-14 kg | Fêmea: 5-14 kg
  • Longevidade: 12-15 anos
  • Preço dos filhotes: R$ 1.200,00 a R$ 3.500,00
  • Temperamento: Brincalhão/Animado, Corajoso
  • Cor: Preto, Marrom, Chocolate, Bege, Azul, Vermelho
  • Pelagem: Curta, Longa
  • Hipoalergênico: Não

Bom para apartamento:

Bom com crianças:

Bom com idosos:

Amizade com gatos:

Amizade com cachorros:

Barulhento:

Treinabilidade:

Inteligência:

Popularidade:

Adaptabilidade:

De guarda:

De pastoreio:

Sobre a raça

Um cão de muitos nomes, mas que frequentemente não é de admirar que o Dachshund é também conhecido como o cão ‘salsicha’. Estes pequenos cães longos e bonitos, agora são mais frequentemente mantidos como animais de estimação de família.

História

O nome Dachshund é de origem alemã e traduz literalmente como ‘cão texugo’, de Dachs (texugo) e Hund (cachorro). Na Alemanha moderna são mais conhecidos como Dackel e quando são formalmente usados para a caça, o nome Teckel é usado. Diz-se que foi originado na Alemanha mais de 400 anos atrás. Woodmen e caçadores da Alemanha começaram a selecionar características de cães de caça, usado principalmente para caçar texugos, pois eles eram conhecidos como praga na época. O Dachshund também foi usado para caçar raposas, coelhos e quando se trabalha em embalagens, poderia também atacar animais maiores, como cervos e javalis. Mesmo com suas pernas curtas, surpreendentemente poderiam cobrir distancias em alta velocidade.
Parece que esses cães pequenos apareceram pela primeira vez no Reino Unido em 1840, quando a família real havia comprado alguns deles, para participarem de caçadas, principalmente de faisão.

Corpo

O Dachshund padrão tem um corpo longo compacto, pernas muito fortes, mas curtas e olhos em alerta. O formato de sua cabeça é fino, com focinho fino também, com nariz preto. O longo corpo é musculoso e cauda é longa e afilada. A pelagem é fina e podem vir em uma variedade de cores, solidas ou estampadas.

Saúde e cuidados específicos

Eles possuem alguns problemas de saúde específicos, principalmente devido a suas costas longas. O dono deve estar ciente de não incentivar muitos saltos (em moveis, no carro, descer escadas, etc) pois isso faz com que haja um choque sobre os discos da coluna vertebral.
É importante também prestar atenção na dieta deste cachorro, pois qualquer peso extra, pode colocar pressão sobre a coluna vertebral. O exercício físico regular deve ser uma parte de qualquer rotina. O cão também é propenso a doença do disco intervertebral.

Anúncios da mesma raça

0 0
0 0

BIBO E NICKY

Adoção

23/02/19

Ver Anúncio

0 0