Raça: Afghan Hound

  • Outros Nomes: Afghan Hound
  • Origem: Afeganistão
  • Tamanho: Médio
  • Altura: Macho: 60-66cm | Fêmea: 60-66cm
  • Peso: Macho: 20-27kg | Fêmea: 20-27kg
  • Longevidade: 11-13 anos
  • Preço dos filhotes: R$1.200,00 a R$5.000,00
  • Temperamento: Amoroso/Carinhoso, Corajoso, Leal
  • Cor: Branco, Preto, Marrom, Caramelo, Prateado
  • Pelagem: Longa
  • Hipoalergênico: Sim

Bom para apartamento:

Bom com crianças:

Bom com idosos:

Amizade com gatos:

Amizade com cachorros:

Barulhento:

Treinabilidade:

Inteligência:

Popularidade:

Adaptabilidade:

De guarda:

De pastoreio:

Sobre a raça

O magnifico cachorro Afghan Hound foi criado para viver no alto das montanhas frias do Afeganistão. Essa estilosa, esbelta e graciosa raça tem um olhar nobre, tornando-se digno de seu título de “King of Dogs”.

História

Como uma raça Galga Afegã, estima-se sua origem a mais de 4000 anos, tornando-se uma das 14 raças de cães mais antigas. Afghan Hounds, particularmente sighthounds, foram mantidos durante séculos vivendo e trabalhando com as pessoas, na caça e na captura de presas. Os galgos afegãos eram especializados na caça de lebres e veados, mas eram grandes e corajosos o suficiente para enfrentar animais maiores, como cabras da montanha e até mesmo gatos selvagens.

Como o nome sugere, as raízes desse cão podem ser rastreadas do Afeganistão, mas antigos rolos de papiro egípcios contém imagens de cães similares a esta raça.

O Afghan Hound teve sua primeira compra registrada em 1800 na Grã-Bretanha, quando oficiais do império britânico retornaram do exterior alguns exemplares. Na época, foram coloquialmente conhecidos como “galgos persas”. Um cão em particular, chamado Zardin, foi trazido da Índia para a Inglaterra em 1907 pelo capitão Bariff, e tornou-se o primeiro padrão da raça em 1912. Com a chegada da Primeira Guerra Mundial pôs um fim temporário para o programa de melhoramento contínuo da raça.

Após a Primeira Grande Guerra, o desenvolvimento recomeçou, duas linhagens do animal apareceram. Na década de 1920 um grupo desses cães foram levados para a Escócia por dois majores, Sra G. Bell-Murray e Miss Jean C. Manson. Os descendentes produzidos por estes cães foram chamados de “Bell-Murray”.

A segunda ninhada conhecida era de um grupo de cães de um canil em Cabul, Afeganistão, propriedade da senhora Maria Amps, que levou para a Inglaterra em 1925. Desta ninhada surgiu uma padrão montanhês mais robusto e fortemente desenvolvido.

Ambas criações cresceram popularmente e foram exportadas para a Europa, América e Austrália, com ambas as origens sendo misturadas na raça moderna, levando a um novo padrão da raça a ser escrito em 1948, que é usado até hoje.

Corpo

Machos e fêmeas são ambos altos e podem crescer até 66 centímetros de altura, com os machos geralmente mais altos do que as fêmeas.
O peso médio de um corpo esbelto tanto para os machos e as fêmeas é entre 20-27 kg.

A primeira coisa que você nota sobre um galgo afegão é sua pelagem bem sedosa e longa. Isso é fortemente percebido em todo corpo, com exceção da cauda, ​​que pode ser um pouco mais escassa. A pelagem pode ser de qualquer cor, mas marcas brancas são desencorajadas. Há às vezes uma “máscara” preta na rosto dos cães, que quando ele é visto para baixo do focinho, e do lado do rosto, é conhecido como um ‘mandarim’.

As orelhas ficam deitadas na cabeça quase se misturando com o longo topete de cabelo e os olhos são sempre escuros, em forma de amêndoa com um nariz preto. A cabeça é fina e termina num gracioso, mas forte, pescoço. As cernelhas estão na mesma altura que os posteriores, com as pernas dianteiras retas e longas. A cauda de um galgo afegão é levantada quando o cão está em ação, e tem um “anel” característico no final.

Saúde e cuidados específicos

Como era de se suspeitar, esta raça requer uma razoável manutenção por parte do dono. Incluindo a limpeza das orelhas, que, sendo longas, requerem regularidade de higienização, mantendo-as secas e limpas. Muitos proprietários de Afghan Hounds estão munidos de um arsenal de diferentes tipos de escovas e toalhas que ajudam no processo de embelezamento e higienização. O proprietário também deve levar em conta a quantidade de tempo que precisa para uma caminhada, pois é uma raça que precisa gastar bastante energia.

A vida média desse cão é de cerca de 12 anos. A raça é considerada bastante saudável, com alguns tipos de câncer como principal motivo para a sua morte.

Tal como acontece com muitas raças de cães de grande porte, a displasia da anca pode ser um problema. O proprietário também tem que observar o fato de a raça possuir grande pelagem, o que pode causar problemas em épocas de forte calor. A insolação pode afetar qualquer cão, mas é sempre uma condição muito grave que requer atenção médica imediata no caso desses galgos. Os cães não podem suar pela pele como as pessoas, e liberam calor através de respiração ofegante. Como esse cão é incapaz de fazer isso, a temperatura corporal interna aumentará.

Aproveite e conheça nossas sugestões de nomes criativos para cachorro. Confira!

Anúncios da mesma raça

 
Nenhum item encontrado